Geração Distribuída: Mapa de Disponibilidade de conexão

A Geração Distribuída teve taxas de crescimento expressivas nos últimos 2 anos, chegando em outubro de 2020 a 3,9 GW de capacidade instalada, com mais de 300 mil unidades de geração e mais de 400 mil unidades consumo.


Analisando as plantas de Mini Geração (75 kW < GD <5 MW), esta já somam mais de 3.000 unidades, bem como, com uma capacidade instalada de aproximadamente 900 MW. Atualmente a maior parcela das plantas de mini geração encontram-se conectadas em redes de média tensão (13,8kV e 34,5kV).



Minas Gerais tem um grande destaque nesse cenário em função de benefícios tributários, facilidade em licenciamento e grande mercado consumidor, representando 24% do capacidade instalada desta modalidade (~220 MW).


O aquecimento do mercado e a eminência da mudança regulatória, levou a uma corrida grande por prospecção de terrenos, assim como, solicitações de pareceres de acesso, o que tem sobrecarregado as distribuidoras e elevado os prazos de respostas em muitas delas.


Frente a grande demanda de solicitações de acesso, a CEMIG desenvolveu e disponibilizou uma nova ferramenta de análise, com o objetivo de fornecer, aos interessados em se conectar na sua rede, uma visão geral sobre as possíveis obras necessárias, bem como, limitação de potência injetada na rede.


Essa nova ferramenta permite delimitar e procurar áreas com maior potencial de escoamento e menores restrições. Porém, as análises ainda são superficiais e são apresentadas em formato padrão independente da localidade.


Link para acesso ao sistema CEMIG


A ePowerBay vem trabalhando e desenvolvendo estudos e ferramentas para prospecção de áreas.


Nossos estudos e análise não só mostram as regiões que apresentam maior capacidade de escoamento, mas também qual o alimentador e quais as principais restrições de tensão e corrente que seu projeto pode estar sujeito. Apresentando assim, a configuração dos condutores e os principais equipamentos de controle presentes na rede.


Não restringimos nossas análises apenas para região de concessão da CEMIG, pois possuímos em nossas base de dados as informações de todas as distribuidoras do Brasil!


Localização dos Circuitos e Alimentadores Mais Robustos


Com as informações sobre a Distribuidora, cidade e o local desejado, podemos analisar os circuitos existentes, verificando sua composição Urbana e Não Urbana, bem como, a fragmentação dos trechos em tipo de cabo e capacidade de condução de corrente.


Como exemplo, segue o infográfico já disponível no sistema, referente a distribuidora CEMIG. Nele podemos verificar todos os alimentadores por subestações e cidades.


O exemplo que segue é para a cidade de Três Corações: Subestações Três Corações 01 e 02, Alimentadores TCSD (210, 211, 214, 215, 216 e 218) e TCSU (05, 06, 07, 11, 12, 13 e 14).

Análise dos circuitos. Link para acesso no sistema.


Geração Distribuída: Análise Sistêmica


Com base nas informações da planta e localização do terreno, podemos também realizar estudos mais detalhados, verificando:


  • Cargas conectadas nos alimentadores (Baixa e Média tensão);

  • Equipamentos de controle e regulação de tensão existentes no alimentador;

  • Número de Transformadores e capacidade de transformação;

  • Variações de tensão que a planta irá acarretar na rede (em função da distancia e local da planta).


Uma vez identificado o alimentador e as características da rede, podemos estimar os custos de adequação (recondutoramento de trechos, adequação em sistemas de proteção e controle, religadores, etc), bem como, os valores de ERD (Encargo de Responsabilidade das Distribuidoras) de forma a levantar os custos que serão de responsabilidade do empreendedor.


Outras publicações sobre Geração Distribuída:


Estes estudos são realizados pela equipe de Engenharia da ePowerBay e ajudam no processo de tomada de decisão, bem como, prosseguimento com os pareceres de acesso junto as distribuidoras.


Conheça mais nossas soluções para o mercado de Geração Distribuída.





Banner Site 240x400.jpg
Posts Recentes
Arquivo