LEN A-3 e A-4 2021: Análise Margem de Escoamento

No dia 29 de janeiro foi publicada a Nota Técnica - ONS NT 0008/2021 / EPE-DEE-RE-008/2021-r0, referente à metodologia, às premissas e aos critérios para definição da Capacidade Remanescente do SIN para Escoamento de Geração. Conforme previsto na portaria MME nº 1, de 07 de janeiro de 2021, publicada em 11 de janeiro de 2021, que estabeleceu as diretrizes para os Leilão de Energia Nova, denominado “A-3” e “A-4”, de 202.


No dia 27 de abril de 2021, foram publicadas as Notas Técnicas NT-ONS DPL 0044/2021 (A-3 2021) ONS e NT-ONS DPL 0045/2021 (A-4 2021), que estabelece os montantes de margem disponível nos respectivos, barramentos, subáreas e áreas.


[LEN A-3 e A-4 2021] Cadastramento EPE e DRO's Publicadas

Leilão Energia Existente A-4 e A-5 2021: Projetos e Margem de Escoamento

[A-3 e A-4 2021] Cadastramento EPE - Análise últimos Leilões A-4

A equipe da ePowerBay realizou uma série de análises sobre a NT 0044 e NT 0045 com intuito de auxiliar os Agentes e fornecer subsídios para melhor avaliação dos potenciais projetos.


A seguir apresentamos um resumo do processo até o momento.


1. Cadastramento dos Projetos e Avaliação da Nota Técnica

No dia 26 de fevereiro foi realizado o cadastramento no leilão, feito na EPE.

  • A-3 2021: No total foram cadastrados 1.501 projetos e 54.946 MW em 20 estados.

  • A-4 2021: No total foram cadastrados 1.787 projetos e 64.587 MW em 20 estados.


2. DROs Emitidas


No dia 09/04/2021 foram publicadas as DROs para os projetos cadastrados nos leilões. Os projetos estão listados nos seguintes despachos ANEEL:

  • Eólica: 984 (A-3) e 986 (A-4);

  • Solar: 987 (A-3) e 988 (A-4);

  • Térmica a Biomassa (UTE-Bio): 989 (A-3) e 990 (A-4);

  • Pequenas Centrais Hidrelétricas (PCH): ainda não publicada;

  • Centrais Geradoras Hidroelétrica (GCH): 941 (A-3 e A-4);

  • Usina Hidroelétrica (UHE): ainda não publicada;

Comparativo DRO x Cadastramento para as fontes Eólicas e Solar.


3. Margem de escoamento disponível

A seguir são apresentados os dados de margem disponível por estados, considerando os barramentos, subáreas e áreas.

  • A-3 2021: No total foram solicitadas conexões em 189 barramentos, totalizando uma capacidade de escoamento de 43.695 MW em 20 estados.

  • A-4 2021: No total foram solicitadas conexões em 223 barramentos, totalizando uma capacidade de escoamento de 46.552 MW em 20 estados.

Em todos os estados, com exceção da Bahia, a margem disponível para o A-4 foi maior que no A-3. Os estados do nordeste, em especial Bahia, Ceará e Piauí, foram os que apresentaram maior margem disponível.


A nota técnica mostra também que 27 %, dos barramentos cadastrados no A-3, e 25 %, dos referentes ao A-4, possuem margem de escoamento zerada. Sendo a Bahia e Minas Gerais os estados com maior numero de pontos sem margem. A região com menor capacidade é justamente o sul da Bahia e o norte de Minas Gerais.


Os pontos de conexão na Bahia, não possuem margem em 44% e 45%, para A-3 e A-4 respectivamente. Esse estado foi o que teve maior potência cadastrada em ambos os leilões, portanto uma grande parte dos projetos não serão habilitados para a disputa do leilão.


Já Minas Gerais não possui margem para 85% e 86% dos pontos, para A-3 e A-4 respectivamente. Os pontos de conexão encontram-se na região norte do estado, e o maior limitante para região é a subestação Presidente Juscelino, que em condições normais de operação, já apresenta sobrecarga no único transformador.

Quando realizamos uma comparação entre a margem disponível e a potência conectada podemos chegar a algumas conclusões.

Para o A-3, o estado do Rio Grande do Sul é o que apresenta maior vantagem competitiva, sendo 0,2 MW de projetos cadastrados para cada 1 MW de espaço disponível para escoamento. Enquanto RN apresenta a maior competição, sendo cerca de 2,12 MW de projetos cadastrados para cada 1 MW de margem disponível.

No A-4, tendo RS maior vantagem competitiva, com 0,48 MW de projetos cadastrados para cada 1 MW de espaço disponível para escoamento. Aqui BA apresenta a maior competição, sendo 2,95 MW de projetos cadastrados para cada 1 MW de margem disponível.


Em uma analise, considerando somente os estados do nordeste, Piauí apresenta maior vantagem competitiva em ambos os leilões, tendo 1,04 MW e 0,78 MW de potência cadastradas no A-3 e A-4, respectivamente, para cada 1 MW de margem disponível.


Os números macros indicam algumas regiões com menor competitividade, mas os estudos detalhados, considerando os Barramentos, Subáreas e Áreas se fazem necessários para se conhecer a competição efetiva que os projetos irão enfrentar.

O ePowerBay acompanha os processos referentes aos leilões bem como os processos de construção e dados operacionais, realizando estudos específicos e disponibilizando informações de forma on-line para nossos clientes.


Desta forma, fornecemos aos nossos assinantes as informações necessárias em cada fase, para que tenham seus riscos mitigados em sua tomada de decisão.

Etapas Concluídas e Novos Estudos

Clique Aqui e entre em contato para conhecer mais sobre nossos trabalhos e como podemos auxilia-lo em cada etapa.

www.epowerbay.com | contato@epowerbay.com

#leilão2021 #margemdeescoamento #A32021 #A42021 #NOTATÉCNICAONSEPEANEEL #leilãoa42021 #leilaoa32021

143 visualizações
Posts Recentes
Posts em breve
Fique ligado...
Arquivo
Editoriais