Leilão A-6 2018 de energia: Projetos eólicos


Leilão A-6 2018 de energia Com a proximidade do Leilão de Energia Nova A-6 de 2018, os estudos relacionados às disputas estão mais apurados. Portanto, levando em consideração todos os dados publicados sobre Cadastramento, DRO, Edital do Leilão e Garantia Física, é possível através da Plataforma ePowerBay, relacionar os projetos mais competitivos para a disputa deste leilão. Considerando as 3 bases de dados correlacionadas, do mesmo modo, é possível obter todas as informações para 854 projetos (25 GW).

DRO: Despacho de Requerimento de Outorga.

TUST/Dg: Tarifa de Uso do Sistema de Transmissão/Distribuição.

GF: Garantia Física.

Projetos cadastrados no Leilão A-6 2018 de energia

Os projetos cadastrados com maior FC estão nos estados do RN e B. Sendo assim, no infográfico que segue são mostrados os que possuem eficiência maior que 60%. O maior FC é do projeto Ventos de Santa Martina 5 (67,5%), que foi desenvolvido pela Casa do Ventos, no município de Riachuelo no RN, com turbinas Vestas. A TUST deste projeto é de 8,522 R$/kW. Os projetos com menores tarifas de transmissão estão na Bahia e apresentam TUSDg de 1,018 R$/kW. Além disso, foram também desenvolvidos pela Casa dos Ventos, nos municípios de Jacobina e Campo Formoso. Estes projetos estão solicitando conexão na rede de distribuição. Bem como, no último leilão A-4 2018, parte dos projetos Ventos de São Januário foram negociados pela empresa EDF.

O ePowerBay possui também em sua base de dados, diversas informações referentes aos projetos em construção e operação. Portanto, correlacionando estes parâmetros é possível identificar as vantagens competitivas para cada um dos projetos que estão disputando o leilão. Com base nas características dos projetos e aplicando pesos e fatores para cada um dos parâmetros, é possível o construir um Ranking dos projetos mais competitivos.

Abaixo algumas das informações e parametrizações consideradas pelo sistema para a formação deste Ranking:

Relacionadas ao Projeto:

  1. Fator de Capacidade;

  2. Altura da Turbina cadastrada [m];

  3. Projetos do mesmo Proprietário próximo ao local (ex. raio de 20 km);

  4. Potência instalada na região do projeto (raio de 50 km);

  5. Possibilidade de antecipação da entrada em operação;

Relacionados ao Ponto de Conexão:

  1. Ponto de conexão do Projeto;

  2. Nível de competição;

  3. Distância entre o Projeto e o Ponto de conexão [km];

  4. Tipo de conexão [Barramento ou Seccionamento];

  5. Nível de Tensão do Barramento a ser conectado;

  6. Data de entrada em operação da Subestação;

Para cada característica é aplicada uma matriz de Pesos e fatores:

Ao clicar em "Calcular", o sistema realiza a pesquisa junto a base de dados, considerando os parâmetros informados e em segundos apresentada resultado, com os projetos já classificados conforme sua pontuação. O Ranking pode ser obtido diretamente na Plataforma (exclusivo para assinantes) e os pesos e parâmetros da matriz podem ser alterados de acordo com os critérios adotados, quantas vezes forem necessárias.

O ePowerBay possui também em sua base de dados, diversas informações referentes aos projetos em construção e operação.

Usuários premium do ePowerBay têm acesso completo a todos dados de forma dinâmica, podendo fazer downloads dos arquivos Google Earth destes projetos, das subestações e linhas de transmissão.

Receba atualizações detalhadas de Projetos Solares e Eólicos e tenha acesso completo a base de dados da plataforma ePowerbay.

Cadastre-se aqui!

#mercado

Banner Site 240x400.jpg
Posts Recentes
Arquivo