top of page

Nordeste bate novos recordes de geração eólica e solar em julho de 2023

O Nordeste brasileiro tem sido protagonista nos avanços para o setor de energia limpa no país. Durante a primeira quinzena de julho de 2023, a região registrou um crescimento notável na geração de energia por meio de fontes renováveis, estabelecendo novos recordes para a matriz energética nacional. Os dados revelam que tanto a energia eólica quanto a solar vêm ganhando espaço e contribuindo significativamente para a sustentabilidade do país.


Recorde de Geração Solar no Nordeste

O Estado do Nordeste apresentou um desempenho abundante na geração de energia solar. Somente na primeira quinzena de julho, foram alcançados seis recordes nessa modalidade. O ponto alto foi registrado em 13 de julho, quando a produção solar instantânea atingiu impressionantes 6.597 MW, o que corresponde a cerca de 53,3% da demanda total da região. Essa marca superou o recorde do dia anterior, quando foram registrados 6.478 MW, equivalente a 52% da demanda.


Além disso, outros recordes relacionados à energia solar foram aferidos no Nordeste, destacando-se o dia 12 de julho, quando a energia solar atingiu a marca de 2.248 MW médios, representando cerca de 19% da demanda da região.


Recorde de Geração Eólica no Nordeste

Conhecido por sua "safra dos ventos", o Nordeste também alcançou novos patamares na geração de energia eólica. Apenas nos primeiros dias de julho, foram estabelecidos três recordes nessa modalidade. O momento mais surpreendente aconteceu em 3 de julho, quando a geração eólica instantânea atingiu a marca inédita de 17.135 MW às 23h59. Em menos de 24 horas, esse recorde foi superado, alcançando incríveis 18.401 MW às 22h41 de 4 de julho, correspondendo a 149,1% da demanda da região naquele momento.


Além disso, em 4 de julho, foi confirmado o recorde de geração eólica média no Nordeste, atingindo 16.453 MW médios.


Impacto do Fenômeno El Niño

Para o próximo trimestre, a previsão do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) indica que o fenômeno El Niño deve continuar atuando, com cerca de 90% de chances de permanecer até o final de 2023. O El Niño é caracterizado pelo aquecimento ou resfriamento da porção central e equatorial das águas do Oceano Pacífico, podendo afetar a distribuição de ventos e chuvas.


Essa previsão é relevante para o setor de energia, pois há expectativas de precipitações acima da média em algumas regiões do país e elevação das temperaturas médias em outras. No Nordeste, especificamente, a projeção indica que a geração fotovoltaica e a intensificação dos ventos devem contribuir para complementar a geração hidráulica, devido à "safra dos ventos" e ao céu claro.


Nordeste Liderando a Transição Energética

O crescimento notável da geração de energia limpa no Nordeste é um reflexo do investimento contínuo em fontes renováveis e da busca por um sistema elétrico mais sustentável e eficiente. Os números impressionantes mostram que a região está na vanguarda da transição energética no Brasil.


A geração eólica e solar tem se mostrado uma opção promissora para o futuro do país, contribuindo para reduzir a dependência de fontes não renováveis e mitigando os impactos ambientais causados pela geração de energia.


A ePowerBay, consciente da importância da transição para uma matriz energética mais limpa e sustentável, desenvolve soluções de inteligência de mercado para os segmentos da Geração Centralizada, Distribuída e o Mercado Livre de Energia. Para saber mais, acesse nosso marketplace e conheça nossas soluções.




159 visualizações

Comments


Editoriais
Imagem ML Vertical.jpg
Posts Recentes
bottom of page