Projeção de Preços das Tarifas de Energia para os Próximos 03 meses


A Energy Price desenvolve o Estudo de Cenários de Probabilidades de Preços Trimestrais a partir de simulações que utilizam uma rodada de Newave para cada mês e consideram três cenários de afluências (LS, VE e LI) para o mês anterior (m-1) e três níveis de armazenamento iniciais (LS, VE, LI) para cada mês de estudo (m).

Dessa forma, essas simulações se abrem em 9 estudos (3 meses x 3 cenários), a partir dos quais são gerados 2.000 cenários de preços futuros que resultam na tabela/estudo de probabilidade de ocorrência de preços.

Com base nos cenários do valor esperado (VE), limite inferior (LI) e limite superior (LS), a Energy Price roda o Modelo Newdesp, usando a Função de Custo Futuro (FCF) do Newave do mês de estudo, que é a base da projeção dos preços para os próximos meses. Nessa etapa são feitas sensibilidades com afluências entre 40% e 150% da ENA do SIN e o valor de afluência imputado é único para todos os submercados, a fim de observar a tendência de preços para os próximos meses.

Em todo o período (mar/18 a mai/18), as projeções de afluências procuram refletir os gráficos mensais de chuvas projetadas que estão ilustrados abaixo.

Vale lembrar que as projeções de chuvas sofrem influência das condições de umidade e vento atuais, assim como as afluências são influenciadas pelas condições iniciais.

PREVISÃO DE CHUVAS PARA OS PRÓXIMOS MESES

A Zona de Convergência do Atlântico Sul (ZCAS) entre o Norte e o Sudeste provocou chuva em excesso em vários municípios dessas duas regiões na primeira semana de fevereiro de 2018. No entanto, nas regiões das bacias os volumes de chuvas têm se mantido bem inferiores aos ocorridos nas cidades. O Sul, encontra-se com tempo mais seco devido a atuação de um sistema de alta pressão, com isso a afluência vem caindo rapidamente. A tendência para o trimestre de março a maio de 2018 para as bacias é de chuva abaixo da média, principalmente para o Sul. Abaixo na figura 1 a esquerda, observa-se um mapa com anomalia de precipitação do modelo da agencia americana National Aeronautics and SPace Administration (NASA) gerada para o período de março a maio de 2018.

Essa figura simula chuva acima da média (tons em verde) em parte do Nordeste, Norte, Centro-Oeste e do Sudeste. No entanto, as áreas com chuva acima da média já são áreas bem menores em relação ao previsto em meses anteriores. As chuvas mais intensas devem cair em região fora do alcance de capitação das bacias. Por isso, a Energy Price se prepara para um cenário com um pouco menos de chuva para a maioria das bacias brasileiras.

Quanto as temperaturas, estas devem ficar dentro da sua normalidade nas regiões Sul,

Sudeste e Centro-Oeste, lembrando que em março ainda há episódios de calor acima da média por vários dias principalmente no Sul. Na segunda quinzena de maio, as ondas de frio devem entrar com mais frequência. Em parte do Norte e Nordeste, as temperaturas tendem a ficar ligeiramente abaixo da média.

Obtenha agora mais informações e as projeções das tarifas de energia para os próximos 03 meses


Banner Site 240x400.jpg
Posts Recentes
Arquivo