IRENA e ADFD anunciam financiamento para projetos de energias renováveis em países em desenvolviment


A Agência Internacional de Energia Renovável (IRENA), em colaboração com o Fundo de Desenvolvimento de Abu Dhabi (ADFD), busca projetos de energia renovável em países em desenvolvimento. Esta nova rodada de financiamento tem o valor total de 50 milhões de dólares que sairão do fundo de ADFD.

“Nos últimos anos, as energias renováveis ​​se tornaram uma das opções mais econômicas para a nova geração de energia em países de todo o mundo. A rápida implantação de energia renovável nos países em desenvolvimento ampliou o acesso à energia, melhora a saúde e o bem-estar, cria empregos e aumenta o crescimento econômico”, disse Adnan Z. Amin, diretor-geral da IRENA, dando Conheça o acordo entre ADFD e IRENA.

“Este novo ciclo de financiamento oferece uma maior oportunidade para os países em desenvolvimento ter acesso ao capital a um baixo custo para projetos de energia renovável, visando impulsionar a transformação de energia e alcançar o desenvolvimento sustentável. A parceria em curso entre a IRENA e a ADFD conecta uma fonte de financiamento estável e respeitável, com lugares onde pode ter maior impacto e onde o financiamento é um dos maiores desafios “, acrescentou.

Mohammed Saif Al Suwaidi, Director-Geral do ADFD, explicou que “desde o anúncio do primeiro ciclo de financiamento do Fundo de Projetos IRENA / ADFD em 2014, essa colaboração excepcional continuou a apoiar projetos de energia renovável replicáveis, escaláveis ​​e economicamente viáveis ​​em países em que desenvolvimento “.

O financiamento do ADFD, fornecido através do Fundo de Projetos IRENA / ADFD, fornece energia sustentável e acessível para milhões de pessoas com pouco ou nenhum acesso à eletricidade. Nos quatro primeiros ciclos, o Fundo destinou 189 milhões de dólares a 19 empresas de energia renovável em todo o mundo, cobrindo até 50% do custo dos projetos.

Durante o processo de concessão de empréstimos, a IRENA e o ADFD realizaram uma avaliação minuciosa das propostas em estreita colaboração, para escolher os projetos que melhor atendessem aos critérios de seleção.

As empresas que receberam financiamento nos primeiros quatro ciclos fornecerão à rede mais de 100 megawatts de capacidade de energia renovável e melhorarão os meios de subsistência de mais de um milhão de pessoas. Os projetos, abrangendo a Ásia, África, América Latina e os Pequenos Estados Insulares em Desenvolvimento, cobrem toda a gama de fontes renováveis ​​(energia eólica, solar, hidromassagem, geotérmica e biomassa) e utilizam uma ampla gama de sistemas, como híbridos, sem conexão à rede, mini rede e conexão com a rede, incluindo armazenamento de reserva.

Os projetos selecionados para este novo ciclo de financiamento serão anunciados em janeiro de 2018. O prazo para a apresentação de pedidos no sexto ciclo termina em 15 de fevereiro de 2018 às 5:00 da tarde, o GST.


Banner Site 240x400.jpg
Posts Recentes
Arquivo