• André Felber, Afonso Lugo, Fernando Witzel

[RANKING OPERACIONAL SOLAR] - Setembro 2018


As informações referentes aos parques solares em operação no Brasil no mês de Setembro foram publicadas pela CCEE (Infomercado) e com base nestes dados o ePowerBay divulga o ranking dos projetos com maior eficiência. As análises fazem referência as informações técnicas, histórico de operação, bem como os proprietários e os contratos de venda de energia.

O destaque novamente é para o estado do Piauí, com 6 entre os 10 melhores, sendo estes os parques Nova Olinda 10 a 14 e Sertão 1. No estado da Bahia estão as plantas Bom Jesus da Lapa 1 e 2, Horizonte MP 11 e Verde Vale III.

O parque Verde Vale III aparece pela primeira vez entre os 10 melhores, de propriedade do fundo de Investimento Astra Infraestrutura, que tem dentro de sua estrutura a Empresa Vientos que desenvolve, constrói e opera projetos de infraestrutura.

Os infográficos apresentados podem ser acessado pelos usuários e os filtros de Estados, Fontes, Projetos, Investidor, Range de FC e Potência auxiliam nas análises.

O caminho para acessar o infográfico é: BI > DashBoards > Class (Generation Centralized) > Dash Select ( Brazilian Eletrical Matrix - Operational History)

A tabela que segue apresenta os 20 projetos com melhor eficiência no mês de Setembro. Observa-se que todos eles tiveram eficiência maior que 32,5%. Pela plataforma também pode ser gerado o ranking para todos os projetos em operação.

Fator de Dimensionamento dos Invesores (FDI), que é a relação entre a potência nominal dos inversores e a potência máxima dos módulos [MW/MWp], quanto menor essa relação, mais superdimensionados estão os inversores.

No mês de Setembro estavam em operação 55 projetos que totalizavam 1363,8 MW.

O fator de capacidade médio de todos os projetos foi de 26,12%

A Bahia foi o estado com maior Potência instalada 458,2 MW, divididos em 17 projetos, que geraram 100.249 MWh, geração suficiente para atender 620 mil residências (consumo médio de 160 kWh mês).

Em relação ao FC o estado do Piauí teve a melhor eficiência 33,8%, no estado estão em operação 9 projetos que totalizam 270 MW.

A empresa com maior potência em Operação é a Enel Green Power, 613,4 MW, divididos em 23 projetos em 3 estados, Piauí, Bahia e Pernambuco.


BI > DashBoards > Class (Generation Centralized) > Dash Select ( Brazilian Eletrical Matrix - Generation by State & Investors)

DETALHAMENTO DOS 10 PROJETOS MAIS EFICIENTES

NOVA OLINDA - ENEL GREEN POWER - Piauí

O projeto mais eficiente no mês de Setembro é o Nova Olinda 10 com 35,9% de fator de capacidade.

Também aparecem no top 10 os projetos Nova Olinda 11, 12, 13 e 14 do mesmo cluster. O FDI dos projetos é de 74%.

Este cluster foi negociado no 7º LER 2015, é composto de 7 projetos, que possui uma potência total de 210 MW e 283,5 MWp. A tarifa atualizada de 354 R$/MWh.

Os projetos estão conectados na Subestação de São João do Piauí que está a 43 km.

BOM JESUS DA LAPA 1 e 2 - ENEL GREEN POWER - Bahia

Os parques Bom Jesus da Lapa 1 e 2, apresentaram os FCs de 34,2% no mes de setembro. As plantas se conectam no barramento de 69 kV da SE Bom Jesus da Lapa.

Na região existem também os projetos Lapa 2 e Lapa 3 (30MW) e ambos estão conectados no barramento de 230 kV da SE Bom Jesus da Lapa.

Os projetos negociaram energia no 7º LER 2015 e possuem a tarifa atualizada de R$ 356 R$/MWh .

O Cluster tem potência total de 120 MW e 150,5 MWp, o FDI do cluster é de 79,9%.

SERTÃO 1 - GLOBAL POWER GENERATION (GAS NATURAL FENOSA) - Piauí

O projeto Sertão I (30 MW) aparece na 3º posição no ranking, com FC de 34,9%. Na mesma região está localizado o projeto Sobral I.

Estes projetos negociaram energia no 7º LER 2015 com tarifa média atualizada de 353,9 R$/MWh.

Estão localizados na mesma região do cluster Nova Olinda, no interior do Piauí e são de propriedade da empresa Gás Natural Fenosa, sediada na Espanha e operam o projeto através de sua empresa, GPG – Global Power Generation em participação com a PVH Brasil Projetos Renováveis Ltda (85% GPG e 15 % PVH).

A potência total dos projetos é 60 MW e 75,2 MWp. O FDI dos projetos é de 85%.

HORIZONTE MP 11 - ENEL GREEN POWER - Bahia

O projeto Horizonte MP 11 aparece na 10º posição, com 34,7% de fator de capacidade. O FDI deste projeto é de 74%.

O projeto pertence ao cluster Horizonte MP, do qual também fazem parte os projetos Horizonte MP 1 e 2 (57,4 MW) que possuem FDI de 71%.

Este cluster foi negociado no 7º LER 2015, e possui tarifa atualizada de 353 R$/MWh.

Na mesma região destes projetos está localizado o cluster Ituverava 1 a 7, 196 MW com 254 MWp (FDI de 77%).

Este cluster foi negociado no 6º LER 2014, com tarifa atualizada de 272 R$/MWh.

Com auxílio do sistema é possível fazer uma rápida comparação entre o histórico de operação dos projetos.

O projeto Ituverava 1 foi primeiro a entrar em operação na região, em agosto de 2017. O Projeto Horizonte MP 11 entrou em operação em março de 2018.

Observa-se que o cluster Horizonte tem uma eficiência maior que o Cluster Ituverava e ainda se beneficiam de tarifas maiores, o que é uma característica dos projetos viabilizados no 7º LER.

O Parque Ituverava 3, é o que apresentou a menor eficiência, 21,6%, que é ~20% inferior ao parque ituverava 07 (FC - 26,5%). Este fato pode se dar em função de paradas Programadas ou forçadas no parque, que prejudicaram a operação do parque no mês.

VERDE VALE III - VIENTOS BRAZIL (ASTRA INFRAESTRUTURA) - Piauí

O parque solar Verde Vale III, 14,3 MW é de propriedade do fundo de Investimento Astra Infraestrutura, que tem dentro de sua estrutura a Empresa Vientos que desenvolve, constrói e opera projetos de infraestrutura.

A planta iniciou operação em meados de agosto e já no mês de setembro aparece entre os melhores, na 7ª posição, com FC de 34,3%.

O projeto negociou energia no 7º LER 2015 e possuiu uma tarifa atualizada de 354,0 R$/MWh.

Utilizamos o projeto Verde Vale III para mostrar como algumas ferramentas disponibilizadas na plataforma podem auxiliar nas análises de projetos e identificação de oportunidades de negócios

Mantemos uma base com KMZ's atualizados sobre os Status dos Projetos (kmz esta disponível para assinantes na aba BI -> File & Tools). No KMZ são informados CEG, Fonte, Potência, Garantia Física, Data de Início de Operação etc.

Entendemos que são informações rápidas que auxiliam Prestadores de Serviço, Desenvolvedores e Investidores em uma primeira visão da oportunidade. Estas Informações são compiladas da ANEEL, EPE e MME (Acompanhamento de Obras, SIGEL, WEBMAP e PARACEMP).

Uma vez logado na plataforma, é possível pesquisar informações adicionais do projeto, buscando por CEG, por nome, por região, fabricante, proprietário ou desenvolvedor. (Acessando Generation -> Projects Search).

​​

Para cada projeto pode-se obter informações GERAIS, sobre LEILÕES, dados TÉCNICOS, MAPAS, PROJETOS PRÓXIMOS, pontos de CONEXÃO, identificar OPORTUNIDADES (útil para prestadores de serviços para identificar e acompanhar as oportunidades de negócios), PERFORMANCE e ainda inserir algumas NOTAS.

A seguir são apresentadas algumas destas funcionalidades:

Techinical: São Informações técnicas, sobre a potência do parque, garantia física de contrato (e revisada quando aplicada), FC P50 (e P90 quando aplicado) e quantidade de lotes vendidas.

Observa-se que o projeto tem FC de 29,84% e que negociou 100% dos lotes no ACR. Neste caso como o projeto foi negociado no LER, não existia o possibilidade de negociar o excedente no ACL.

​​

Nearest Projects: Esta função permite identificar os projetos próximos à oportunidade que está se avaliando. Pode se especificar o raio de distância que se quer, a fonte que deseja, o status do projeto e quando se iniciou ou iniciará a operação.

Para o caso específico, se buscou apenas fonte solar em um raio de 100 km, para todos os Status (em desenvolvimento, em construção e em Operação) e em qualquer ano de início de operação.

Verifica-se que com estes filtros aplicados, existem 33 projetos que totalizam ~ 1,1 GW. Verifica-se que o projeto mais distante neste filtro esta a 29 km e todos os projetos estão em estágio de desenvolvimento, com DRO.

A llista com todos os projetos é gerada pelo sistema.

Performance: Esta nova ferramenta auxilia na análise do histórico de operação do parque, comparando com outros na mesma região ou na região mais próxima.

Nesta análise foram comparados os 5 projetos solares mais próximos. O sistema identificou que estes projetos estão a ~100 km e pertencem ao cluster Bom Jesus da Lapa.

Nesta ferramenta também é possível analisar o histórico de operação do projeto.

Opportunity: Esta função foi desenvolvida para auxiliar as negociações que ocorram dentro da Plataforma.

No caso hipotético identificamos uma oportunidade do projeto ser considerado um Benchmarking, por iniciar bem a operação.

Como ainda não se tem informações operacionais grandes o suficientes, o estágio foi definido como Prospection (podendo estar em diferentes estágios como Proposta Emitida, Follow-up e Negociação).

Com esta ferramenta, podem ser atribuídas atividades para os funcionários envolvidos, e fazer o gerenciamento dos contatos e valores.

Todos as oportunidades de negócios salvas ficam acessíveis no dashboard Opportunities Management criado para acompanhamento das atividades e por onde também é possível fazer várias pesquisas e encontrar novas oportunidades de Negócios.

Todas as funcionalidades apresentadas estão disponíveis para os Usuários Premium e podem ser acessadas na plataforma, na fase de testes assim que é feito o cadastro gratuito.

O desenvolvimento destas ferramentas foram feitos baseados em nossa experiência de mercado e na demanda de nossos clientes. O Objetivo da plataforma é conectar os agentes, tornando a negociação mais eficaz e transparente possível. Acreditamos que estas funcionalidades auxiliam e diminuem os custos iniciais das análises.

DOWNLOAD DO ARQUIVO

Tem interesse em conhecer mais? Cadastre-se Gratuitamente.

Cadastre-se Aqui!

Ou entre em contato com nossa equipe. Estamos a disposição para auxiliar em qualquer etapa de seu negócio.

contato@epowerbay.com


90 visualizações