• André Felber, Afonso Lugo, Fernando Witzel

[A-4 2018] Análise do Resultado do Leilão


No dia 04 de abril aconteceu o 27º leilão de Energia Nova A-4. Foram negociados CCEAR (Contratos de Comercialização de Energia no Ambiente Regulado) na modalidade por Quantidade (Hidrelétricas - suprimento de 30 anos) e por Disponibilidade (Eólicas, Solares e Biomassa - suprimento de 20 anos).

Foi observado mais uma vez uma baixa demanda, assim como nos últimos pleitos. O leilão foi marcado por uma estratégia bastante agressiva por parte dos proprietários, que chegaram em preços muito baixos, oferecendo deságios altíssimos para todas as fontes participantes, chegando a recordes históricos.

O maior deságio foi para a fonte eólica, com valor de 73,5% para os projetos Ventos de São Januário da EDF Energia, localizados no estado da Bahia e com conexão na subestação Senhor do Bonfim nas tensões de 138 e 230 kV. Confira os vencedores do leilão:

O destaque foi a fonte solar fotovoltaica que arrematou 76% dos lotes comercializados, totalizando 806,6 MW de potência em corrente alternada (saída dos inversores) e 1.032,5 MW em corrente contínua (saída dos módulos fotovoltaicos).

O valor mais baixo foi R$ 117,63 dos empreendimentos São Pedro e Paulo I e VI da empresa Kroma no estado do Pernambuco.

No total a fonte solar vendeu 228,5 MWm de lotes, dos 240,5 MWm de garantia física disponível (95%). Considerando taxa de câmbio do dia 04/04/2018 (3,35), estes empreendimentos negociaram energia a 35,24 U$/MWh.

Entre os vencedores, mais uma vez, estão gigantes do setor como EDF, Celeoredes/Elecnor e Canadian Solar. Os empreendimentos vencedores do leilão estão cadastrados na base de dados do ePowerBay e localizados geograficamente de acordo com a imagem.

A demanda solicitada pelas distribuidoras de energia foi baixa. Apenas 17 declararam necessidades. As compradoras da energia estão apresentadas na tabela e gráfico que seguem:

Entre os estados com projetos vencedores no leilão, o destaque é o Ceará, que já foi tema de artigo do ePowerBay.

Além de contar com os projetos solares com maior FC (Alex, 34% e Lavras, 31%), o estado conta também com uma grande capacidade de escoamento de energia, logística de transporte (rodovias e o porto Pecém) e fornecedores da cadeia produtiva fotovoltaica.

Estes fatores atraíram os investidores e desta forma se tornou o estado com o maior investimento, conforme ilustra o gráfico abaixo.

Na tabela e gráfico a seguir são apresentadas informações técnicas dos projetos, bem como preço inicial e preço de venda da energia, deságio médio registrado por fonte e investimentos esperados.

COMPARAÇÃO A-4 2017 x A-4 2018

O gráfico que segue mostra o comparativo entre a energia contratada e o preço médio por fonte nos 2 últimos leilões.

Observe que houve uma contratação um pouco maior em 2018 (78,5 MWm), com destaque para a fonte solar 229 MWm, 59 MWm a mais que em 2017. Esta contratação maior para a fonte no A-4, se deve ao fato que, semelhante ao ultimo ano, também não participará do próximo leilão A-6.

Segundo informações publicadas pelo MME, a baixa demanda declarada pelas distribuidoras para o próximo leilão, motivou a retirada da fonte da disputa.

Em relação ao preço da energia negociada em 2018, observa-se que estes foram inferiores para todas as fontes, exceto para hidráulica. EOL (-37%), UFV (-19%), Bio (-15%) e Hidro (+9%).

ANÁLISE DETALHADA DOS PROJETOS

A seguir estão apresentadas as características técnicas e o valor de ICB dos projetos organizados por clusters.

TODAS AS INFORMAÇÕES ABAIXO FORAM EXTRAÍDAS DA BASE DE DADOS DO EPOWERBAY

Projeto [EOL] - Ventos de São Januário 01, 04, 13 e 14 - Estado da Bahia

Pot [MW]. : 114,4 [MW]

GF [MWm]: 57,7

Lotes [MWm]: 33,4 (58%)

Conexão: SE Senhor do Bonfim 138 e 230 kV ~ 30 km

Proprietário: EDF en.

ICB [R$/MWh]: 67.6

Projeto [UFV] - Cluster Alex* - 114,4 [MW] - Proprietário - Steelcons.

*Maior Cluster vencedor

Projeto [UFV] - Cluster Lavras - 120 [MW] - Estado do Ceará - Proprietário - Canadian Solar**.

**Maior Player vencedor

Projeto [UFV] - Cluster São Pedro e Paulo - 69,9 [MW]- Estado de Pernambuco - Proprietário - Kroma.

Projeto [UFV] - Cluster ETESA - 179,9 [MW]- Estado do Piauí - Proprietário - Celeo Redes/Elecnor.

Projeto [UFV] - Cluster Jaíba - 79,9 [MW] - Estado de Minas Gerais - Proprietário - Canadian Solar**.

Projeto [UFV] - Cluster Francisco Sá - 90 [MW] - Estado de Minas Gerais - Proprietário - Canadian Solar**.

Projeto [BIO] - Cerradão 2 - Estado de Minas Gerais

Pot [MW]. : 40 [MW]

GF [MWm]: 24,2

Lotes [MWm]: 9,4

Conexão: SE Frutal - 138 kV(CEMIG) - Porto Colômbia - 138 kV (Rede Básica) ~ 26 km

Proprietário: Bioenergia Cerradão

ICB [R$/MWh]: 198,92

Projeto [BIO] - Alcon - Estado - Espirito Santo

Pot [MW]. : 21,8 [MW]

GF [MWm]: 10,3

Lotes [MWm]: 7,7

Conexão: Sec. Pinheiros - Placas do Brasil - 138 kV - SE Verona - 138 kV (Rede Básica) ~ 14 km

Proprietário: Companhia de Álcool Conceição da Barra

ICB [R$/MWh]: 198,96

Projetos Hídricos Contratados

* Em nossa base de dados apenas não foram encontradas informações referentes ao projeto Quebra Dentes, que não teve DRO ou TUST/Dg ou Garantia Física publicadas.

Projeto [CGH] - Buritizal - Estado do Mato Grosso

Projeto [CGH] - Chalé- Estado de Minas Gerais

Projeto [PCH] - Salto Guassupi - Estado do Rio Grande do Sul

Tem interesse em estudos específicos sobre os projetos as regiões com projetos ganhadores?

Quer conhecer mais sobre as metodologias de estudo e as bases de dados da Plataforma?

Fale com nossa equipe, conheça nossos trabalhos e cadastre-se na plataforma.

Estamos a disposição para auxiliar em qualquer etapa.

contato@epowerbay.com

Cadastre-se

#financiamentobndes #energiasrenovaveis

1,839 visualizações