• fonte: Ambiente Energia

Empresa Saudita adota cripto-moeda para pagar por geração solar fotovoltaica


A empresa saudita ACWA Power está utilizando a SolarCoin, uma cripto-moeda que é recompensada para geradores de energia solar. Por cada 1 MW de energia solar, o gerador recebe um SolarCoin.

Geradores de todos os portes podem se cadastrar para receber a cripto-moeda. As únicas condições são que o beneficiário possua o sistema de geração solar próprio e que o mesmo esteja conectado à rede.

O movimento faz da ACWA a primeira empresa de geração solar de escala a adotar a cripto-moeda SolarCoin.

O projeto de energia solar concentrada Bokpoort, de 50 MW da empresa, na África do Sul e a planta fotovoltaica Karadzhalovo de 50 MW na Bulgária já estão gerando SolarCoins.

Outras empresas que já usam o SolarCoin são Solar Lux, empresa de energia limpa, Dubai Carbon e consultores ambientais 5 Capitais.

“Estamos sempre procurando maneiras de adotar novas tecnologias para agregar valor e reduzir custos em tudo o que fazemos a tecnologia Blockchain na nossa visão oferece uma oportunidade ainda inexplorada para o setor de geração de energia.” disse o executivo-chefe Paddy Padmanathan.

Tecnologia Blockchain

Blockchain é um tipo de Base de Dados Distribuída que guarda um registo de transações permanente e à prova de violação.

A base de dados blockchain consiste em dois tipos de registros: transações individuais e blocos.

Um bloco é a parte atual da blockchain onde são registados algumas ou todas as transações mais recentes e uma vez concluído é guardado na blockchain como base de dados permanente.

Toda vez que um bloco é concluído um novo é gerado. Existe um número incontável de blocos na blockchain que são linkados uns aos outros – como uma cadeia – onde cada bloco contém uma referência para o bloco anterior.

SolarCoin

A SolarCoin foi criada em 2014 como uma recompensa para os produtores de energia solar, mas mais especificamente como um incentivo para que outros se envolvam na geração solar e levem a adoção em massa.

Há um número finito de SolarCoins – 97,5 bilhões – e só estão disponíveis por 40 anos, porque esse é o período que a empresa acredita que será necessário para atingir seu objetivo de utilização mundial.

“A concessão de cripto-moedas a produtores de energia solar, como a ACWA Power, oferece um incentivo para continuar investindo em capacidade solar. Esperamos ver a adoção do SolarCoin na região, com o objetivo de construir uma comunidade forte e estimular um mercado global de investimentos em energia renovável “, disse o fundador da SolarCoin, Nick Gogerty.

Thomas Chrometzka, diretor da Solar Lux, que ajuda as empresas de energia adotar o SolarCoin, disse: “O SolarCoin é uma moeda com um propósito. É por isso que é uma moeda com uma alma. Você acaba com dinheiro que representa seus valores, não o seu passaporte “.

#solarcoin

28 visualizações